sexta-feira, 24 de julho de 2009

Storia Storia...


Tenho imensa satisfação de fazer parte desta estória. O Txapu na Bandera (faixa nº 2 do Álbum) tem uma estória. Quando fiz esta canção, eu estava atormentado por uma dúvida de ter ou não SIDA, pois eu tinha perdido peso, tinha os cabelos bem leves na cabeça, entre outros sintomas de problemas imunológicos. Tal era crítica a minha situação que, tempos depois, o médico mandou-me fazer o exame de HIV somente para confirmação. Contrariando essa expectativa, e para meu alívio (imagine-se como!), os testes deram negativo, pois tratava-se de outra doença (Anemia Megaloblástica), que me fez esquentar os colchões da "Santa Isabel" (Hospital Dr Agostinho Neto) durante dois meses, em 2004.


A música Txapu na Bandera baseia-se no lema "Viver e Deixar Viver" e convida cada um a estar atento a esta "coisa ruim" (HIV), solta no mundo, pronta a arrebatar a maior bandeira que cada cada qual tem: a vida.

3 comentários:

Amilcar Aristides - TIDI disse...

Djoy, nta lembra di kel fazi la i bu sta di parabens monti bes. Pa saudi, pa bida e pa kriason.

Ago djan fika ku mas gana di obi Mayra.

1abrax
TIDI

djoyamado disse...

Oi Tide,

Bo bu konxi bem kel fazi la. Aliás, bu dam grandi força. Ka ta da pa skeci. Valeu Cara!!!

Anónimo disse...

Saúde, é o melhor que te posso desejar! Mas também dizer-te que é um acto de coragem assumires o facto de teres tido um receio que muita gente tem, dessa "coisa" perigosa que assola a Humanidade... que consome a vida e o bem estar de muitos.
Ainda não tive o prazer de ouvir este álbum, mas quando o fizer ficarei especialmente atenta à estoria por detrás dessa música.
AV