quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

CD: O Valor da Capa

…………………………………………………………………………………………..

Stieve Andrade: - Lutchy, kuzé ki bu tem pa fla pa kenha ki kopia-u es bu novo CD?

Mário Lúcio: - Ta fika ta falta kapa!

Programa Secção da Música – Rádio Comercial (Novembro 2007)

……………………………………………………………………………………………

Para muita gente, a capa de um CD é uma mera embalagem. No entanto, valorizar a capa de um CD significa conferir à música um valor que transcende o seu carácter puramente fonológico. Uma capa que se preze contém todas as informações sobre os homens e as mulheres que concorreram para a elaboração da respectiva obra.

Além disso, uma capa séria tem informações fidedignas sobre as músicas: o autor, o compositor, o intérprete, os instrumentistas, os arranjadores, etc. Isto permite evitar equívocos como “Kuzas di Korasson” de Ildo Lobo; “Lua” di Mayra Andrade; “Ma mbá des bes kumida da” di Lura; “Miss Perfumado” de Cesária Évora, etc, etc, etc,…

Um CD sem capa (por outras palavras, copiado), ou com uma capa pobre, é um CD sem alma. Um CD “sem” capa será, muitas vezes, só som, pois até as mensagens contidas nas canções podem não ser correctamente compreendidas, seja por problemas de dicção do intérprete seja por percepção errada de quem ouve.

3 comentários:

http://musicolandiando.blogspot.com/ disse...

da um vista de olhos na http://musicolandiando.blogspot.com/
pa bu odja uns perolas de capas de cd de caboverde

djoyamado disse...

Valeu pela Dica.
Na verdade, queria ter feito referência a este blog, só que não me lembrava do nome e nem do endereço, pois havia este link no Blog do Kizó, que não está mais disponível.

De facto, os exemplos do blog dizem tudo.

João Branco disse...

Eis uma - mais uma! - razão fundamental para não ter em casa CD's piratas. A capa. Concordo em absoluto com o Djoy. A capa, é a alma do CD. Aliás, é o mesmo com os DVD's e por isso também me recuso a trazer para casa DVD's que não sejam pirateados.

Abraço

João Branco